A. Caroline de Lima

A. Caroline de Lima

Terapeuta

Maringá - PR
5,0 (3 avaliações)

Visto há 1 semana

Atendimentos disponíveis

    • Psicanálise Clínica
    • Psicoterapia

    Psicanálise Clínica e Terapia Cognitivo Comportamental

    Combino insights da Psicanálise com técnicas práticas da Terapia Cognitivo-Comportamental para oferecer um suporte completo e adaptado a cada cliente. Meu objetivo é ajudar a encontrar equilíbrio emoc... Ler mais

Mais detalhes sobre A.

Terapias

  • Psicanálise Clínica
  • Psicoterapia
  • Psicologia Clínica
  • Terapia Cognitivo Comportamental (TCC)

Sobre mim

Conclui a TCC e venho me especializando em Terapia Infantil, atualmente cursando Psicanálise. Durante as sessões, usarei a TCC para ajudar a identificar e mudar pensamentos e comportamentos que causam problemas emocionais. Com a Psicanálise, iremos explorarmos o inconsciente e entendermos padrões comportamentais. Meu foco é oferecer apoio para crianças, adolescentes e adultos, ajudando-os a enfrentar desafios diários e conflitos emocionais, desenvolvendo estratégias práticas para promover seu bem-estar.

Ofereço a primeira consulta gratuitamente para que possamos nos conhecer e para você decidir se deseja seguir em frente com o acompanhamento. Estou aqui para apoiar em sua jornada, sem qualquer compromisso inicial necessário.

Graduação / Cursos

  • Psicanálise
    Unifatecie - 2023

Avaliações de clientes

5,0
Baseado em 3 avaliações
  • Isamara
    01/05/2024
    Isa.
    A Carol é uma pessoa que além de escutar te acolhe. Muito atenciosa, excelente profissional, é uma troca muito gostosa e sutil.
  • Ana
    01/05/2024
    Gratidão
    Eu sou muito grata a Carol por cuidar da minha irmã tão bem, ser tão amável e ajudá-la em todos os momentos, já agora não posso estar tão presente quanto eu gostaria. Me sinto segura em dizer que ela é alguém em que confio muito mesmo não conhecendo. Obrigada Carol! 🩷
  • Isabela
    01/05/2024
    Acolhimento
    Conversar com a Carol é se sentir acolhida. Sem julgamentos, sem nenhum tom de repreensão na voz. Carol, é muito bom te contar sobre as coisas que me doem e te ouvir dizer que nada é tão ruim assim, sempre consigo ver por outra perspectiva!